terça-feira, 29 de agosto de 2017

O Sequestro (Kidnap, 2017).

Suspense com boa dose de ação e uma mãe desesperada perseguindo sequestradores pela estrada em busca de seu filho. Com um roteiro raso e clichê, o longa consegue prender o espectador com as cenas de perseguição bem dirigidas, são cenas de ação com trilha sonora que funciona bem elevando a tensão boa parte do filme.


Halle Berry carrega o filme sozinha com sua ótima atuação, é ela quem dá o tom,  sua personagem enlouquecida quando vê seu filho sendo levado em um carro com desconhecidos, ela cresce em seu papel e nos faz torcer para que recupere a criança, sua atuação não deixa dúvidas de quanto ela boa. Infelizmente os problemas do roteiro não deixa com que passe despercebido grandes falhas de montagem e na direção. O roteiro segue bem o primeiro ato até que a protagonista tenha o face to face com os sequestradores, a partir daí o filme toma um outro tom, e a perseguição que estava indo muito bem, da lugar para uma trama genérica e previsível. 


O diretor Luis Prieto, recria o clima de suspense mas não segura por muito tempo pelas soluções previsíveis e falhas no roteiro quando se inicia o terceiro ato. O apelo por um plot twist que não funciona, poderia ter sido descartado. Mesmo assim, o clima tenso do "jogo de gato e rato" ainda consegue manter o público preso à trama, No entanto, mesmo com um ritmo acelerado o longa já começa a se tornar enfadonho. O desfecho, já esperado, poderia ter sido menos clichê se não fosse pelos minutos finais com uma explicação (de última hora) que não precisava, ou talvez fosse introduzida naturalmente ao longo da trama. 


De qualquer forma, O Sequestro é um filme que apresenta bom entretenimento, com uma trama empolgante que deve agradar principalmente fãs da Halle Barry e fãs menos exigentes de perseguições implacáveis.


Sinopse: Um agradável dia no parque torna-se trágico quando Karla (Halle Berry) vê seu filho Frankie (Sage Correa), de seis anos, ser levado por dois estranhos. Sem telefone para chamar a polícia, ela precisa perseguir os sequestradores por conta própria. 


Chega aos cinemas brasileiros em 14 de setembro.