segunda-feira, 21 de agosto de 2017

30 Anos de Dirty Dancing - Ritmo Quente (Dirty Dancing, 1987).

Lançado em 21 de agosto de 1987 (EUA), teve um orçamento de apenas 6 milhões de dólares, arrecadou US$ 64 milhões nos Estados Unidos e US$ 214 milhões no mundo todo. Até hoje não há quem ouça (I’ve Had) The Time of My Life (Bill Medley e Jennifer Warnes) e não se lembre de uma época. 



Sinopse: Frances Houseman, conhecida como Baby, está passando férias com a família num resort nos Catskills, na Colônia de Férias Kellermans. Um dia, ajudando Bob a carregar melancias, ela descobre onde os funcionários do hotel se divertem e dançam. Lá conhece Johnny Castle, o instrutor de dança e dançarino do hotel, e acaba se apaixonando por ele. Quando Penny, parceira de dança de Johnny, fica grávida ao se envolver com um dos garçons, Robbie pede à Lisa, irmã de Baby, que sua irmã que dance em seu lugar. Mas o pai de Frances, Jake, não aprova, pois considera Johnny um irresponsável.


Então para comemorar que tal algumas curiosidades para matar saudades?

Aqui no Brasil o filme só foi lançado em 25 de setembro de 1987.

Em 1997 o longa foi relançado nos cinemas norte-americanos, após uma grande campanha feita por telespectadores através de um programa americano de entrevistas.

Val Kilmer e Billy Zane estiveram cotados para o papel de Johnny Castle, mas Kilmer declinou e Zane não era suficientemente bom dançarino. 

O longa recebeu ótimas críticas e algumas indicações que lhe renderam prêmios:

Oscar 1987 
  • Venceu na categoria de melhor canção original ((I've Had) The Time of My Life).
Globo de Ouro 1987 
  • Venceu na categoria de melhor canção original ((I've Had) The Time of My Life).
  • Indicado nas categorias de melhor melhor filme - comédia / musical, melhor Ator de cinema - comédia / musical (Patrick Swayze) e melhor Atriz de cinema - comédia / musical (Jennifer Grey).
Prêmio Grammy 1988 
  • Indicado na categoria de melhor canção escrita especialmente para cinema ou televisão ((I've Had) The Time of My Life).
Independent Spirit Awards 1988 
  • Venceu na categoria de melhor filme.


Jennifer Grey quase perdeu a première do filme, em 1987. Alguns dias antes, ela sofreu um acidente de carro com o então namorado, Matthew Broderick, e mais duas pessoas que, infelizmente, morreram.


Jennifer Grey não era a primeira opção para Baby. Sarah Jessica Parker e Sharon Stone foram chamadas para participar do filme, mas recusaram.

A trilha sonora de Dirty Dancing ficou no topo da parada da Billboard por 18 semanas e vendeu 32 milhões de cópias só nos Estados Unidos.


A canção She's Like the Wind, que recebeu diversos prêmios, é cantada pelo próprio Patrick Swayze e foi co-escrita por ele. Veja o clipe abaixo:


Trilha sonora original
  • (I’ve Had) The Time of My Life - Bill Medley e Jennifer Warnes
  • Be My Baby - The Ronettes
  • She's Like the Wind - Patrick Swayze Feat. Wendy Fraser
  • Hungry Eyes - Eric Carmen
  • Stay - Maurice Williams and The Zodiacs
  • Yes - Merry Clayton
  • You Don't Own Me - The Blow Monkeys
  • Hey Baby - Bruce Channel
  • Overload - Zappacosta
  • Love Is Strange - Mickey e Sylvia
  • Where Are You Tonight - Tom Johnston
  • In The Still of the Night - The Five Satins


Faixas Extras

  1. "Big Girls Don't Cry" - The Four Seasons – 2:26
  2. "Will You Love Me Tomorrow" - The Shirelles – 2:43
  3. "Cry to Me" - Solomon Burke – 2:33
  4. "Love Man" - Otis Redding – 2:16
  5. "Do You Love Me" - The Contours – 2:54
  6. "Some Kind of Wonderful" - The Drifters – 2:35
  7. "Wipe Out" - The Surfaris – 2:38
  8. "These Arms of Mine" - Otis Redding – 2:28

Esta cena foi improvisada pelos atores no momento da gravação.

O longa foi a primeira produção a ultrapassar a marca de um milhão de vendas em home video, na época, em VHS. E também foi
 o filme mais alugado em locadoras em 1988.

A cena mais marcante do filme, a da dança final, você pode rever completa no vídeo abaixo:

.

O longa marcou toda uma geração de apaixonados, sucesso garantido nas tardes dos anos 90 na "Sessão da Tarde", e os hits mais tocados em casamentos e festas de debutantes... Quem nunca arriscou os passinhos, ou mesmo sonhou com um par que conduzisse a dama com tanta sedução? A dança principal foi uma das cenas mais reproduzidas em festas daquela época, e arrisco dizer, até hoje!

Essa é a minha edição especial de 20 anos. Passou rápido!
Poster original do filme.